domingo, 29 de abril de 2007

like a gift

"Hoje queria levar-lhe algo importante. Não podia chegar lá de mãos vazias. Um presente. Tinha de encontrar um presente. Mas não um presente qualquer.

(…)

Tinha consciência da enormidade do seu corpo másculo e da pequenez dos seus bolsos.

Queria levar-lhe algo que ela nunca mais esquecesse. E estava ali, parado em frente à porta sem nada, além de si. Tocou.

Ofereceu-se-lhe."



18 comentários:

antónio paiva disse...

......................

melhor não podia ser
de facto

......................

Beijo e noite serena

v disse...

E porque não o colocaste todo?

Alexandre disse...

... e com isto, o teu Benfica e o meu Sporting deram o campeonato ao FCPorto...

tal e qual like a gift...

Um beijinho!!! Volta!!!

António Melenas disse...

Na verdade que melhor prenda ooderia o felizardo ter recebido. Texto curtinho mas com muito humor.
-----Obrigado pela visitas e comentários

bjs.

Francis disse...

Na sociedade de consumo olhamos para os valores que nos são exteriores talvez devido ao excesso de Oferta.
Por vezes esquecemo-nos de nós próprios.
kiss, kiss :-)

Miguel disse...

Esse presente tem várias vantagens:
Não se esgota por se dar e sabemos de certeza se o destinatário já o tem ou não.

Bj

mago dos sonhos disse...

Saudações!

O homem a quem foi presenteado, com tão sublime oferenda, pode-se considerar um homem afortunado. Passei para te deixar aquele belo sonho. O Mago, aqui repousou.

Sonhos Mágicos

Anónimo disse...

Gostei de o ler completo no outro blog onde não consegui comentar. Quem é o autor? É um excerto de algum livro teu?

Desambientado disse...

Cara amiga.
Tenho passado de corrida, por constrangimentos variados.
Nomeei-a para um Thinking blog award, que parece ser uma das novas correntes que anda por aí. Achei-o interessante, por poder homenagear as pessoas da blogosfera que me fazem pensar.

Não é estou a pressionar para entrar nessa corrente. É e será sempre muito livre...

Just_me disse...

Bonito.... beijinho para ti

ps: Bom feriado

António Melenas disse...

Obrigado pela visita
Bjs.

miguelsar disse...

A melhor oferta.

Beijinho e bom feriado.

Spells disse...

"E estava ali, parado em frente à porta sem nada, além de si. Tocou. Ofereceu-se-lhe."

Para muitos pode ser vaidade eu apenas vi humildade nesta oferenda...

Achei o texto singelo.

Um sorriso. :)

nc

TONY, Duque do Mucifal disse...

SABES, EU QUANDO COMPRO UMA PRENDA TENTO SEMPRE DAR ALGO PERSONALIZADO! DETESTO PRENDAS STANDARDS...TAL COMO QUANDO FAÇO ANOS CHATEIA-ME RECEBER SMS STANDARS...
A TUA PALAVRA AO NOSSO OUVIDO É MÁGICA!

Capitão-Mor disse...

Agradeço a tua passagem pelos trópicos! Volta sempre...
Já sei que temos um amigo "giftiano" em comum... :)
Bom feriado!

foryou disse...

António> concordo :)

V> porque achei que completo ficava melhor no outro blog :)

Alexandre> like a gift :(

António Melenas> não foi o felizardo foi a felizarda, mas não havia de certo melhor oferta :)

Francis> há quem não se esqueça :)

Miguel> sem dúvida :)

Mago> a presenteada foi uma mulher, sem dúvida afortunada :)

Anónimo> é meu mas não de um livro. Não sou escritora :)

Desambientado> o meu obrigada **

Just_me> um grande beijo para ti

Miguelsar> sem dúvida :)

Spells> não houve vaidade e as coisas singelas não deixam de ser lindas :)

Tony> estamos em sintonia então :)
Não precisa gritar que eu leio bem :D desligue lá o caps, sff. :P

Capitão> nada melhor que um amigo giftiano comum :D

Anónimo disse...

....


:))))))))))))


obrigada...eu!


____________________


(piano)

grace olsson disse...

Vim te agradecer pela sua visia ao meu blog...E dizer que és bem vinda.Eu faço templates. Por que eu tenho um projeto de ajuda aos refugiados de MOçambique...Antes eu fazia free, depois descobri que posso ajudá-los mais....Beijos e dias felizes...