segunda-feira, 2 de abril de 2007

like an angel

Um dia…

Há muitos e muitos anos luz, quando ainda não existia terra e nem mar, ela ziguezagueava por entre destroços de nada e tudo.

O céu escurecera como breu, quebrara-se em pedaços cadentes.

Atemorizada tentou esconder-se por trás de coisa nenhuma, por baixo de si mesma.

Sabia, sentia, adivinhava, que iria morrer espalmada, sob aquele outrora azul.

Não gritou, não esbracejou, nem chorou, só tremeu.



Outro dia…

Há muitos e muitos anos luz, quando ainda não existia paraíso e nem inferno, num tempo de ninguém, ele sorridentemente se arvorava em anjo de diabo, ou diabo de anjo.

Sem rosto, sem voz, sem nome.

Serenamente viajava pelo espaço transparente.



Uma noite…

O céu ameaçava ruir.

Ele de mão estendida sem saber, sem conhecer, sem se importar.

Ela apavorada, perdida, desamparada.



Outra noite…

Ele a segurar o céu.

Ela a erguer-se.

Ele a ampará-la.

Ela a acordar.



Mais um dia…

O céu que por vezes parece cair sobre a nossa cabeça, contínua lá, azul, límpido, ou ofuscado por espessas nuvens. E nunca cairá.

Ele continua anjo de diabo ou diabo de anjo, viajando por entre o todo.

Ela… continua a viver até morrer, porque foi para isso que nasceu.

10 comentários:

Fallen Angel disse...

Ela nasceu para viver e morrerá tendo vivido. Porque ela é daquelas pessoas que não merecem viver para ir morrendo. Não, ela nem merece esta vida. Está para ´lá da nossa condição, ultrapassa-nos com um sorriso...

Sim, ela nasceu para viver e morrerá tendo vivido. Até lá, esse sublime prazer de ler o que tem ela para contar... vivendo. Em nós.

Å®t_Øf_£övë disse...

foryou,
São os nossos olhos que fazem o céu ter a cor com que o vemos. Umas vezes azul, outras vezes cinzentos. Mas o melhor é conseguir vê-lo sempre azul, mesmo quando ele está realmente cinzento.
E continuar a viver... sempre debaixo do mesmo céu...
Beijinhos.

Anónimo disse...

...............

haverá sempre alguém para lhe segurar o céu......

...............

Beijo com carinho deste lado de oceano e noite serena

Just_me disse...

Passei para te deixar um beijnho...

Eu disse...

por cada noite ruída há-de sempre haver um par de asas amparadas na ternura, agora ela já sabe

os anjos estão onde os vemos

:)

bjecas disse...

É aqui?

Jinhos

\m/

vinte e dois disse...

Gostei da visão quase real desta passagem "contínua lá, azul, límpido, ou ofuscado por espessas nuvens". Consegue-se visualizar ;)

Inha disse...

"Eles Vêem-nos". E o céu permanece. azul.


Beijo grande e fico feliz por estares connosco de novo.


;)

aflores disse...

Há Céu e céu...há flores, anjos e dias;) Agradeço e retribuo visita ao meu blog:)

Rafeiro Perfumado disse...

E quando o homem sonha, o mundo avança, o azul impera, e a noite não cairá jamais...